Quem tem mais problemas renais: o homem ou a mulher? Saiba mais!

Quem tem mais problemas renais: o homem ou a mulher? Saiba mais!

Com a função de filtrar o sangue, bem como de eliminar toxinas do organismo, os rins podem ser afetados por uma serie de problemas renais. Este é um assunto que gera muitas dúvidas. E uma das que mais se destaca é sobre quem tem mais problemas renais, se homens ou mulheres.

Você sabe qual dos dois gêneros é o mais afetado por esse tipo de transtorno? Se não, continue lendo esse post e descubra quem é mais afetado por problemas renais e o porquê disso acontecer.

O que são problemas renais?

Problema renal corresponde a qualquer doença que afeta os rins e consequentemente a sua função no organismo. As principais doenças que acometem os rins são a nefrite, infecção urinária, cálculo renal, assim como obstrução urinária e tumores renais.

Além disso, existe ainda a insuficiência renal crônica que acarreta em outras complicações e pode levar a morte quando não tratada.

Quem tem mais problemas renais e porquê?

problemas renais

Os distúrbios renais são mais frequentes em mulheres! Segundo estudos da World Kidney Day, a doença renal crônica (DRC) afeta mais mulheres (14%) do que os homens (12%) no mundo. Isso significa que no mundo todo a DRC atinge cerca de 195 milhões de mulheres.

Os dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) apontam para o mesmo fato. Segundo a SBN, 1 em cada 4 mulheres que estejam entre 65 a 74 anos, possuem algum tipo de DRC. Além disso, as mulheres adultas possuem 50% mais de chances de adquirir alguma infecção do trato urinário ao menos uma vez na vida.  Já os motivos das mulheres apresentarem mais disfunções renais, incluindo a doença renal crônica, são os seguintes:

Anatomia feminina

O primeiro fator que faz com que as mulheres tenham mais distúrbios renais do que os homens é a própria anatomia. Por possuir a uretra menor do que a dos homens, a anatomia feminina acaba contribuindo para o surgimento de doenças renais. Além disso, a proximidade da uretra a região do anus facilita a proliferação de bactérias e de infecção urinaria.

Baixa procura por tratamento

Outro fator que influencia nos dados é baixa procura por tratamento. A rotina cada vez mais agitada e inclusão maior da mulher no mercado de trabalho, faz com que as mulheres tenham cada vez menos tempo de fazer checkups de rotina.

E como a maioria dos problemas renais não apresentam sinais na fase inicial, a maioria delas só procura o médico quanto sente algo. Com isso, em muitos casos a DRC já é descoberta em um estágio avançado.

Comorbidades em geral

Outro fator que contribui para o fato em questão são as comorbidades, como obesidade e diabetes que também são comuns em mulheres. Além disso, pressão alta, lúpus, doença autoimune também aumentam o risco de problemas renais. Com isso, quando não tratados, esses problemas podem acabar contribuindo para problemas nos rins em mulheres.

Como prevenir os problemas renais?

Para cuidar da saúde e prevenir os problemas renais, basta manter hábitos como controlar o peso, praticar exercícios e manter uma alimentação balanceada. Além de controlar a pressão, não fumar, beber água e manter as consultas médicas em dia.

Tomando todos estes cuidados, sem dúvida a mulher ou o homem conseguem proteger este órgão tão vital contra problemas renais. E, dessa forma, garantir uma melhor qualidade de vida.

Gostou de saber quem tem mais problemas renais? Independente se você for homem ou mulher, lembre-se que os problemas renais afetam a todos. Portanto, cuide dos seus rins!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: