como funciona os nossos rins

Como funciona os nossos rins ?

O rim é considerado um dos órgãos vitais para o corpo, pois é ele o responsável por cuidar do equilíbrio químico do organismo. Ou seja, para nos manter vivos e com saúde, é preciso que este órgão apresente um bom desempenho. Mas, como funciona os nossos rins?

Afinal de contas, para que serve este órgão? Do que ele é composto? Por que é importante cuidar dos rins?

Para entender melhor sobre o papel dos rins na nossa vida e esclarecer todas as suas dúvidas sobre o assunto, continue lendo esse artigo, pois nele reunimos todas as informações necessárias que explicam como funciona os nossos rins. Confira!

Para que serve os rins?

Basicamente, os rins são órgãos que desempenham funções muito importantes no organismo. São elas:

  • Realiza a filtração do sangue, eliminando toxinas do nosso sistema;
  • Controla a formação dos ossos e do sangue;
  • Produz hormônios responsáveis por regular a pressão sanguínea.

Além disso, os rins também realizam o controle do balanço químico e dos líquidos presentes em nosso corpo.

Como funciona os nossos rins

como funciona os nossos rins

Muitas pessoas não fazem ideia de como funciona os nossos rins ou qual sua importância para o nosso organismo.

Se você é uma delas, saiba que nosso organismo apresenta dois rins, que possuem o formato parecido com um grão de feijão. Do interior dos rins partem artérias e veias renais por onde o sangue entra e é filtrado pelos glomérulos presentes nos rins.

Em cada rim, existem milhões de glomérulos, que removem o excesso de líquidos e sais do sangue e os eliminam através da urina. Em seguida retorna limpo para o organismo através das veias renais.

Ou seja, a função principal dos rins é a de filtrar o sangue. No geral, os rins recebem em torno de 1,2 litros de sangue por minuto e cerca de dois mil litros de sangue por dia.

Por que é importante cuidar dos rins?

Agora que você já sabe como funciona os nossos rins, deve imaginar o quão importante este órgão é para o nosso organismo e saúde.

Afinal de contas, quando os rins não funcionam como deveriam desenvolve-se um quadro conhecido como insuficiência renal. E este problema pode ocasionar o surgimento de vários sintomas e alterações em outros órgãos do corpo, como:

  • Uremia – corresponde ao excesso de uréia no sangue.
  • Alterações digestivas – náuseas, vômitos, gastrite, úlceras e hemorragias digestivas.
  • Problemas cardiovasculares – hipertensão arterial, risco de infarto, AVC entre outros.
  • Alterações neurológicas – insônia ou sonolência excessiva, dor de cabeça entre outros.
  • Mudanças na pele – prurido (coceira), manchas arroxeadas na pele, feridas e etc.

Além dos sintomas e alterações descritos acima, o mal funcionamento dos rins também provoca alterações ósseas como fraqueza ou dores e alterações no sangue como anemia, por exemplo.

E se não for tratado a tempo, a insuficiência renal pode se agravar gerando danos ainda mais sérios à saúde, onde muitas vezes se faz necessário a realização de hemodiálise ou até mesmo de transplante como forma de tratamento em casos mais crônicos.

O que fazer para evitar a insuficiência renal

A melhor forma garantir que os rins tenham um bom funcionamento é mudar certos hábitos e evitar que determinados fatores que prejudicam os rins façam parte do seu dia a dia.

Por isso, algumas formas de prevenir a insuficiência renal, estão a prática de atividade física regular, o controle do peso corporal, não fumar, evitar o consumo excessivo de sal e carne vermelha, evitar bebidas alcoólicas, evitar o uso de anti-inflamatórios não hormonais entre outras práticas.

Além disso, caso sinta algum dos sintomas ou alterações descritos acima, o mais indicado é que busque ajuda médica. Afinal de contas, o diagnóstico precoce, aliado ao tratamento adequado ainda é o caminho mais correto para retomar o bom desempenho dos seus rins.

Gostou do post? Então aproveite para conferir também o artigo sobre os alimentos que são benéficos para a nossa saúde renal!

1 thought on “Como funciona os nossos rins ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: