X mitos e verdades sobre as doenças renais que você precisa conhecer

A cada ano, 35 mil pessoas são diagnosticadas com doenças renais no Brasil, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). Entre essas lesões estão as infecções, tumores, cistos, cálculos renais e a chamada insuficiência renal. Em geral, são doenças difíceis de serem identificadas (praticamente assintomáticas), tornando a prevenção ainda mais indispensável.

Os rins são responsáveis pela remoção dos resíduos e do excesso de água no organismo, além da produção de hormônios que podem interferir na pressão arterial.

Todas essas informações, apesar de parecerem simples, na verdade são desconhecidas pela maior parte da população. Por isso, comumente, as doenças renais são pivôs de várias teorias, mas nem todas elas são verdadeiras. Quer descobrir o que é mito e o que é verdade sobre as doenças renais? Confira a lista abaixo:

Diabetes, hipertensão e obesidade aumentam o risco de doença renal

VERDADE! As doenças renais estão diretamente relacionadas com hábitos comuns das pessoas, que podem ocasionar doenças como as supracitadas. Se não controladas, elas consequentemente provocam a deterioração renal. Não à toa, diabetes, hipertensão e obesidade são classificadas como Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), que respondem por mais de 60% das mortes em todo o planeta.

Quanto mais ingerir água, melhor

MITO! Já ouviu falar que tudo em excesso faz mal? Isso vale até para o consumo de água! Isto porque, para quem já tem a função renal comprometida, o acúmulo de líquidos provoca edemas (inchaço) e aumento da pressão arterial. Em geral, recomenda-se que uma pessoa beba dois litros de água por dia.

Excesso de sal pode provocar cálculo renal

VERDADE! O consumo excessivo de sal (alimentos embutidos, macarrão instantâneo, entre outros) incentiva a formação de pedra nos rins, pois sódio em excesso contribui para uma maior eliminação de cálcio no organismo.

Ademais, é importante destacar que uma alimentação equilibrada em geral contribui para a saúde renal, especialmente através do consumo de frutas e hortaliças.

Consumo de leite aumenta o risco de pedra nos rins

MITO! Como os cálculos são basicamente compostos por cálcio, muitos entendem que é necessário interromper o consumo de leite, queijos, iogurtes e derivados. Mas, ao contrário do que se diz, é a dieta pobre em cálcio que se configura prejudicial, pois aumenta o risco de pedra nos rins e favorece a osteoporose.

Alteração da cor da urina indica problema nos rins

VERDADE! Não que este seja o único fator (a urina amarelada e com sangue também é decorrência de outras razões), porém alterações mais significativas podem indicar problemas renais. Neste caso, procure um profissional com urgência.

As doenças dos rins são incuráveis

MITO! A prevenção, o diagnóstico e o tratamento precoce favorecem a contenção, ainda que, como supracitado, a evolução assintomática dificulte este processo. Porém, mesmo os casos mais avançados, como os de insuficiência aguda, permitem recuperação com o tratamento adequado, através de diálise e/ou medicamentos. A sabedoria popular vale apenas para quando a doença se torna crônica, sendo assim irreversível.

Gostou das dicas? Clique aqui e confira mais artigos sobre o cuidado com os rins!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: