O que fazer quando o rim transplantando sofre rejeição?

O processo de recuperação após o transplante renal pode durar dias ou até mesmo semanas. Envolve, geralmente, três fases: na primeira, o paciente passa alguns dias na Unidade de Terapia Intensiva; na segunda, ele é encaminhado ao setor de internação geral; e, por fim, recebe alta, mas com acompanhamento ambulatorial.

Nesse período, pode acontecer de o rim transplantado sofrer rejeição do organismo. Caso isso ocorra, o que fazer? Saiba acompanhando a leitura!

Rejeição

De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), é comum o organismo rejeitar o órgão transplantado. Isso geralmente acontece quando o sistema imunológico do paciente entende que o novo rim é um corpo estranho, o qual deve ser expelido ou rejeitado.

Na prática, funciona assim: as células percorrem por todo o corpo, para conferir se há alguma coisa diferente nele, ou seja, algum elemento que não seja comuns para elas. Quando isso acontece, elas tentam destruir ele, provocando dores e até mesmo atacando-o.

Tipos de rejeição

Segundo uma teoria médica que existe, se tem três tipos de rejeição renal, a saber:

Rejeição hiperaguda

Esse tipo de rejeição renal pode acontecer logo nas 24h depois do transplante ou durante o procedimento cirúrgico. Acontece quando o paciente possui anticorpos que atacam o novo rim, causando a este algum dano sério.

Nessa situação, não há tratamento para salvar o rim.

Rejeição aguda

Acontece, segundo os estudiosos, desde o terceiro dia depois da cirurgia, ou seja, pode acontecer em qualquer momento durante a fase de recuperação, que geralmente dura 90 dias.

É o único de tipo de rejeição para o qual existe um modo de tratar.

Rejeição crônica

Ocorre conforme o transplante evolui e faz com que o rim perca a sua função de forma lenta e gradativa, afetando assim a qualidade de vida do paciente.

E o que fazer no caso do corpo rejeitar o rim transplantado?

No primeiro momento, o ideal é procurar o nefrologista responsável pelo transplante para que realize a confirmação da suspeita, avaliando para isso os sinais da rejeição. Os principais sintomas são:

  • Dor no rim transplantado;
  • Inchaço no rim transplantado;
  • Febre;
  • Diminuição da urina;
  • Perda de peso;
  • Inchaço nos pés e mãos;
  • Dor ao urinar;
  • Urina fétida;
  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Perda do bem-estar.

Confirmada a hipótese de rejeição, o médico especialista pode recomendar diversas opções de tratamento, a depender do diagnóstico do paciente, como: restrição de líquidos (caso seja constatada a retenção de líquido ou edema), restrição de alimentos e uso de medicamentos imunossupressores e até mesmo cirurgia para a retirada do órgão, mas isso somente nas situações mais graves.

Gostou deste conteúdo? Esperamos que ele tenha lhe ajudado a entender que existem maneiras de tratar a rejeição do rim. O ideal, no entanto, caso sinta os sintomas destacados neste texto, é procurar imediatamente o especialista para tratar o problema. Dessa maneira, você pode viver com qualidade e fazer tudo aquilo que deseja, como sair com amigos e familiares para se divertir.

Leia outros conteúdos como este navegando pelo nosso blog!

10 thoughts on “O que fazer quando o rim transplantando sofre rejeição?

  1. Youre so cool! I dont suppose Ive read anything like this before. So nice to seek out somebody with some original ideas on this subject. realy thank you for starting this up. this web site is one thing that is needed on the internet, somebody with a bit of originality. helpful job for bringing something new to the internet! Kendre Kelly Liew

  2. I wanted to post you that tiny remark to say thanks a lot over again just for the nice secrets you have featured in this case. It was really seriously open-handed with you to grant publicly just what many individuals might have offered for an ebook to generate some dough for themselves, mostly now that you might have tried it in case you desired. These principles as well served to be a good way to fully grasp that other people online have the identical fervor much like my personal own to know the truth many more regarding this matter. I am sure there are numerous more pleasant periods in the future for many who looked over your site. Martie Aldous Obau

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: