Sinta-se bem com Pilates

sinta-se-bem-com-pilates

O Pilates é um dos melhores exercícios físicos proporcionando ao seu praticante diversos benefícios à saúde.

Ele ajuda a melhorar a musculatura do corpo, elimina o estresse, previne contra doenças cardiovasculares, corrige a postura, emagrece, estimula a coordenação motora, melhora a concentração, aumenta a flexibilidade e ameniza dores. Podemos dizer que o Pilates traz uma imensidão de benefícios, auxiliando o equilíbrio mental e assim, corporal.

Continue lendo o artigo e conheça um pouco mais sobre o Pilates!

Sobre o Pilates

Para começar a praticar Pilates não tem uma idade mínima, ela pode ser feita por qualquer pessoa, desde que seja devidamente acompanhado por profissionais.

Este método surgiu no começo do século passado, tendo como objetivo realizar a união entre o corpo e a mente. Através desse pensamento e vários estudos e observações que seu idealizador chamado Joseph Pilates, criou a Contrologia, que atualmente é conhecida por Pilates.

O Pilates não é um método que proporciona um conjunto de exercícios já prontos e generalizados para todas as pessoas. Ele tem como objetivo observar e perceber quais são as necessidades do aluno, então é feita a adaptação do exercício para que ele possa alcançar o resultado necessário.

Portanto, todos os instrutores de Pilates tem a obrigação de observar e entender quais sinais o corpo do aluno está dando. É a partir destes sinais que o professor irá desenvolver um conjunto de atividades que proporcionem ao aluno a integração do corpo, mente e espírito. No Pilates, essa integração é essencial para que o indivíduo seja capaz de controlar o seu corpo.

 Princípios do método Pilates

Joseph Pilates afirmava que a Contrologia traz o controle consciente dos movimentos musculares do corpo. Sendo assim, são aplicados os princípios do método, com fundamentos fisiológicos, anatômicos e cinesiológicos que são eles: Concentração, Controle, Respiração, Precisão, Centramento e Movimento fluído.

Veja agora qual é o o objetivo de cada método do Pilates!

  • Concentração:

Este princípio tem como objetivo atingir a total concentração no movimento que está sendo feito, para que assim possa garantir que ele seja desenvolvido com a maior eficácia possível;

  • Controle:

O controle do movimento trabalha a busca por um padrão suave e harmônico, sempre se concentrando no exercício que está sendo proposto, para então aperfeiçoar a coordenação motora e evitar contrações musculares desnecessárias;

  • Respiração:

O Pilates prioriza a respiração, pois ela é o fator principal para iniciar o movimento, e também deve estar em total sincronia com a realização dos movimentos;

  • Precisão:

A precisão é muito importante para que os movimentos e realinhamento postural tenham qualidade, proporcionando o controle e equilíbrio dos diferentes músculos que estão sendo trabalhados em um mesmo movimento;

  • Centramento:

Conhecido como power house, o centramento é o foco em todos os exercícios do método, assim o fortalecimento desta musculatura trás a estabilização do tronco, e também um alinhamento com menor gasto de energia;

  • Fluidez:

O objetivo da fluidez é trazer leveza ao exercício, controlando os movimentos para que não tenha impactos pesados, seja no começo ou final do exercício.

Benefícios do Pilates

 Quando se trata dos benefícios do Pilates para a mente do aluno, refere-se à origem do método que possui fundamentos em teorias orientais que pregam a integração do corpo e a mente saudável, para assim obter um organismo melhor.

Controlar a respiração e a concentração ao realizar um exercício, tem origem na yoga e na medicina tradicional chinesa. Além de tudo, a prática libera dopamina e serotonina, hormônios responsáveis pelo bem-estar, trazendo o controle emocional de quem pratica.

O Pilates traz benefícios incríveis para gestantes, idosos e crianças. Veja:

  • Gestantes

É comprovado que praticar atividade física durante a gravidez traz inúmeros benefícios, principalmente para proporcionar um parto saudável.

O Pilates é uma ótima escolha, pois com a sua prática é trabalhado o fortalecimento dos músculos, e também a respiração durante os exercícios, o que melhora a oxigenação do bebê e a conexão da mulher com as mudanças do corpo.

As técnicas para respirar de maneira correta são importante para as gestantes, pois ensinam a inspiração e expiração de forma mais lenta, ajudando a acalmá-las durante a dor das contrações.

Não são necessários muitos ajustes, apenas a priorização de exercícios que trabalham o assoalho pélvico. Essa é a região que suporta o peso do bebê e também pode ser o centro do parto, portanto merece muita atenção.

Exercícios para as costas e o quadril, que são os focos de dor mais comuns durante a gravidez, podem ajudar a aliviar a dor e o incômodo neste período.

  • Idosos

Conforme a idade vem chegando, o corpo perde a força óssea e muscular, tornando a pessoa mais suscetível a doenças de coluna e também no coração. Além disso, é muito difícil conseguir manter o ritmo de vida quando já não se tem tanta disposição.

Os benefícios do Pilates são diversos, como a melhora da flexibilidade nas articulações, alinhamento da postura, aumento da capacidade respiratória, cardíaca e densindade óssea, além de proporcionar satisfação ao praticantes que querem obter melhoria na qualidade de vida.

  • Crianças

As crianças de outras épocas eram mais ativas, alongavam e também trabalhavam a musculatura do corpo já que as brincadeiras usavam força ou corrida. Sendo que hoje, o máximo de atividade que praticam é andar de um local até o outro, e que são distâncias tão curtas que não chegam a ser consideradas como exercício físico.

Portanto, é importante ensinar às crianças a ter uma boa postura com o alinhamento da coluna, já que passam horas na frente do computador, em jogos, e até mesmo sentados na escola. Exercícios de flexibilidade e fortalecimento muscular ajudam em ações simples, como por exemplo carregar a mochila da escola cheia de cadernos e livros.

O Pilates pode ajudar a melhorar esses problemas com exercícios adequados para estender e deixar a coluna mais flexível. Mas vale lembrar que a aula deve ser divertida e criativa para prender a atenção dos pequenos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: