Dicas de verão: como ter cuidado, o que fazer e o que não fazer?

verao

Ultimamente o calor está cada vez mais forte, e a grande maioria das pessoas sentem os efeitos negativos das temperaturas altas no corpo. Com o calor excessivo, o organismo tenta abaixar a temperatura corporal através do suor. Mas se o organismo não conseguir, pode causar danos irreversíveis em alguns órgãos e no cérebro.

É chamado de golpe de calor quando o organismo não é capaz de controlar a sua temperatura tão elevada. Caso ele se mantenha muito quente por várias horas sem atendimento médico, o paciente pode vir a falecer ou a ter uma deficiência crônica.

Os sintomas mais comuns do golpe de calor são a pele vermelha, quente e seca, febre, pulso forte e rápido, náuseas e dor de cabeça. Em uma situação assim, tome um banho frio ou procure um lugar fresco para baixar a temperatura do corpo.

Já o esgotamento acontece quando há a perda de sal e líquidos pela transpiração. É principalmente mais grave quando os afetados são idosos com hipertensão arterial. Identificamos o esgotamento através da transpiração em excesso, pulso fraco, dores de cabeça e náuseas.

As cãibras, mesmo não sendo tão graves podem precisar de tratamento médico, principalmente em pessoas que tem problemas cardíacos e comem pouco sal. Nestes dois últimos casos é preciso ficar em um ambiente fresco, beber bastante água.

Portanto, para evitar todos esses problemas é preciso seguir algumas regras do que é permitido e proibido durante o verão, confira a seguir.

O que fazer durante o verão

É preciso ter muito cuidado no verão, evitar qualquer tipo de problema e assim aproveitar muito mais tudo que dá para se fazer no calor.

  • Hidrate-se

A hidratação é muito importante, principalmente em idosos e crianças. Isto porque as crianças não costumam pedir água, e os idosos acabam não notando que podem estar desidratados. Dois litros de água por dia são suficientes, mas não é uma regra.

O ideal é sempre lembrar de tomar um copo de água ao longo do dia, para manter-se hidratado. Quando você sente sede, é um sinal de que seu corpo está desidratado.

Para pessoas que praticam atividades físicas regularmente, vale investir em bebidas isotônicas que são capazes de repor os sais minerais perdidos na transpiração. Se o exercício demorar mais que 45 minutos, é preciso realizar essa reposição.

Qualquer atividade ou esforço realizados em épocas quentes causam a sensação de ter um esforço maior, portanto é preciso respeitar os limites do corpo.

  • Alimentação

Não só em épocas quentes, mas especialmente nelas é recomendável manter uma alimentação saudável, rica em verduras, legumes, saladas e carnes magras. Exclua do seu cardápio alimentos gordurosos para não acabar passando mal.

Esses alimentos são fáceis de fazer a digestão, e além disso contêm líquidos que auxiliam a hidratação. Consuma saladas mistas, ou seja, de legumes ou verduras sendo cruas ou cozidas no vapor.

Experimente comer frutas e legumes como sucos, como cenoura, beterraba, couve, abacaxi e hortelã. Se perceber que está perdendo muito líquido, consuma mais do que dois litros de água ou vitaminas por dia.

Esses alimentos são fáceis de fazer a digestão, além disso são riquíssimas fontes de vitaminas, minerais, e fibras que te deixam saciada, ajudam a aumentar a imunidade, e melhorar a função intestinal. Eles também são fáceis de preparar e não estragam fácil, por isso é recomendado em épocas quentes para evitar a intoxicação alimentar.

O que não fazer no verão

  • Não esqueça o protetor solar

No verão aumentam as atividades realizadas ao ar livre, no mesmo momento em que a radiação solar está mais forte nessa época na Terra. Com isso, aumenta o risco de queimaduras, brotoejas, micoses e até mesmo o câncer de pele. Portanto é extremamente necessário sempre usar protetor solar!

Os itens com FPS (Fator de Proteção Solar) 15 ou 20 devem ser usados no dia a dia, mas quando sabe que irá se expor por muito tempo ao sol em lugares como praias, piscinas, pescas é preciso usar o FPS 30 ou superior.

Aplique o produto pelo menos 30 minutos antes de ficar exposto ao sol para que a pele consiga absorvê-lo. É necessário estar reaplicando o protetor solar de duas em duas horas, mas caso você entre na água ou transpire muito aplique imediatamente. Aplique o protetor solar em todas as partes do corpo, incluindo pés, mãos, nuca e orelhas.

Pessoas com a pele negra têm naturalmente uma proteção devido à grande quantidade de melanina produzida, mas mesmo assim não deve deixar de usar o protetor solar, pois também estão sujeitas à doenças como brotoejas, micoses e câncer de pele.

 Não fique em locais abafados!

No verão aumenta muito os casos de doença de pele, como o bicho geográfico (larva migrans), micoses e brotoejas. Para conseguir evitar os incômodos carocinhos causados pela brotoeja, é preciso ficar em ambientes frescos e usar roupas leves.

No caso da micose que é causada por fungos, eles tendem a crescer em lugares abafados e úmidos, então mantenha-se seco sempre, principalmente lugares que soam muito como a axila, virilha e o espaço entre os dedos, especialmente os dos pés.

No bicho geográfico, o contato com a larva migrans ocorre na maioria dos casos em contato com areia contaminada. Assim, é preciso evitar tocar em areia que têm chances de conter fezes de animais, seja em praias ou nos parquinhos.

  • Cuidado com biquíni molhado!

É comum se deparar com pessoas que deixam o biquíni ou roupas secarem no corpo, mas isso pode acabar trazendo alguns problemas de saúde. O abafamento e a umidade decorrentes do biquíni molhado criam um ambiente para germes, facilitando assim casos de infecção tanto externas (vulva) quanto internas (vagina).

Para não se manter com biquíni molhado e evitar doenças, leve sempre com você uma troca de roupa para colocar após sair da água. É importante usar roupas leves, de preferência de algodão pois retêm em torno de 90% da radiação UV. Não esqueça de usar chapéu e principalmente os óculos de sol que previne cataratas e lesões na córnea!

Quando se trata da saúde, todo cuidado é pouco. No calor é normal se sentir mais cansado, então não se esforce mais do que consegue, respeite os limites do seu corpo!

O grande aliado da saúde no calor para evitar doenças de pele, é o protetor solar. Use protetor solar diariamente! Não esqueça também de manter uma alimentação saudável e sempre hidratar o seu corpo!

É possível sim aproveitar o verão, apenas é necessário ter alguns cuidados. Aproveite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: