Infecção urinária – o que é, como é causada e o que fazer para tratar?

A Infecção no Trato Urinário – ITU – mais conhecida como infecção urinária, é a presença de bactérias em algumas partes do sistema urinário como a bexiga, rins e uretra. É mais comum esta infecção ser na parte inferior onde estão localizadas a uretra e a bexiga. Ela pode ser causada pela má higienização, prisão de ventre, diabetes, gravidez, mudanças hormonais, ficar muitas horas sentado, entre outros.

A infecção urinária é uma doença muito desconfortável, sendo assim é fácil entender por que as pessoas querem tratar esta infecção rapidamente. O tratamento certo é extremamente importante para que a infecção urinária não se torne algo mais grave. Às vezes ela pode ser curada sozinha no período de quatro ou cinco dias.

Esse transtorno é mais comum em mulheres do que homens, já que elas possuem a uretra mais curta. Confira alguns sintomas da infecção urinária:

Vontade constante de urinar

O sintoma mais comum na infecção urinária é a vontade de ir ao banheiro toda hora, mas o volume da urina eliminado é pequeno, portanto há uma sensação de que você não esvaziou completamente sua bexiga. Mesmo que você sinta que há urina, ela acaba não saindo.

O que realmente acontece é que a bexiga está totalmente vazia, mas como ela está irritada, o paciente tem a sensação de que ainda precisa urinar.

Sangue na urina

É assustador quando é encontrado sangue na urina, mas nem sempre isso significa que seja um sinal de gravidade. Essa presença é chamada de hematúria e pode ser microscópica quando só é detectada por exames laboratoriais ou macroscópica quando é notada facilmente na urina.

Dor ao urinar

Outro sintoma muito comum na infecção urinária é a dor ao urinar. Essas queixas podem ser diferentes e englobam ardência, dor e queimação.

Nas mulheres, as infecções ginecológicas também podem causar dor ao urinar, seja devido a uma inflamação ao redor da entrada da uretra, ou então pelo contato da urina ácida com a vulva inflamada. Nesse caso, esses sintomas associado a presença de corrimento vaginal, tem maiores chances de ser uma infecção ginecológica.

Mau cheiro na urina

A ureia, presente em grandes quantidades na urina, é a principal causa do cheiro característico da urina, quando ela está pouco diluída, o cheiro da ureia acaba se tornando muito perceptível.

Diagnóstico de infecção urinária

O diagnóstico geralmente é feito através de exames laboratoriais que são eles:

  • Exame de urina

Método utilizado com frequência para realizar o diagnóstico de infecção de urina. A urina do paciente é analisada a procura de traços de sangue e leucócitos, sinais importantes de infecção.

  • Cultura de urina

Toda análise de urina que é feita em laboratório é seguida por uma cultura de urina, onde o médico usará a amostra de urina para cultivar em laboratório a bactéria causadora da infecção.

Esse exame ajuda a detectar quais os medicamentos que serão mais eficazes contra essas bactérias. Esse é o melhor exame para diagnosticar a infecção e a bactéria que causou ela.

  • Exames de imagem

O médico poderá optar por realizar um ultrassom ou tomografia para detectar possíveis mudanças em seu trato urinário. Nesse caso, o especialista pode pedir o exame com a utilização de cores para destacar os locais do sistema urinário que estão com problemas.

  • Cistoscopia

O urologista insere na abertura da sua uretra um cistoscópio. Quando o cistoscópio for inserido, é injetado soro fisiológico para poder expandir a bexiga e assim poder permitir a melhor visualização do órgão.

Caso alguma anormalidade seja identificada, será realizada uma biópsia. Com o auxílio de um instrumento extremamente fino que será inserido através do cistoscópio, é removida uma pequena amostra do tecido para ser analisado.

Tratamento

O tratamento utilizado na infecção urinária varia de acordo com o tipo, gravidade e a frequência que o paciente tem quadros infecciosos. Geralmente, é feito o tratamento à base de antibióticos, mas o médico também pode receitar um analgésico para aliviar a sua dor e ardência ao urinar.

Além de antibióticos e analgésicos, existem algumas receitas naturais que ajudam a acabar com a infecção.

  • Mirtilo

Consuma o suco de mirtilo diariamente para impedir que as bactérias se instalem nas paredes do seu trato urinário, assim serão eliminadas pela urina com mais facilidade.

  • Aspargos

Eles irão limpar suas vias urinárias e ainda ajudam a curar as infecções dessa região. Caso a cor de sua urina mude ao consumi-los, não se preocupe, é normal.

  • Alho

Descasque e amasse dois alhos, após adicione uma xícara de água quente e deixe em repouso por pelo menos cinco minutos. Beba a mistura pelo menos três vezes por dia até que os sintomas da infecção de urina desapareçam. O alho matará as bactérias do seu trato urinário.

  • Cebola

Descasque a cebola em quatro pedaços e coloque-a para ferver em meio litro de água durante aproximadamente 20 minutos. Retire do fogo e deixe em repouso por oito horas – preferencialmente durante a noite – após esse tempo coe e beba o caldo. A cebola é diurética e antibacteriana.

  • Banho

Outra forma eficiente de aliviar um pouco a dor é aplicando compressas de água quente na região baixa do abdômen, ou tomar banho de imersão para poder aliviar os sintomas e fazer o sangue circular mais pela região.

Esse método de imersão não é recomendável para mulheres grávidas, pois pode provocar o nascimento espontâneo do bebê.

O tratamento em crianças e grávidas é diferenciado. No caso das crianças quem detecta essa doença é o pediatra e geralmente é utilizado antibiótico em forma de xarope.

Já em mulheres grávidas o remédio deve ser prescrito pelo obstetra para que não prejudiquem o desenvolvimento do bebê.

A infecção de urina, principalmente na gravidez, se não tratada pode trazer problemas sérios a você e seu bebê. Caso esteja sentindo algum dos sintomas citados, procure imediatamente um médico e ele saberá como melhor tratar esta doença.

Fique atento aos sintomas que seu corpo dá, cuide de sua saúde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: