Depressão o que é e como curar

A depressão é uma doença psiquiátrica com a capacidade de causar vários sintomas físicos e principalmente psicológicos.  O sintoma mais conhecido é o de uma tristeza gigantesca e prolongada, mas nem toda tristeza pode estar ligada a um quadro de depressão.

A maioria dos adultos que estão com depressão, não chega a ser avaliados por um psiquiatra, já que muitas das vezes os sintomas não são diagnosticados. Essa situação pode acontecer até mesmo entre médicos que não estão acostumados a lidar com esses tipos de problemas ligados à saúde mental.

Estudos mostram que grande parte dos pacientes que tem depressão são atendidos por clínicos gerais por apresentarem os sintomas físicos, como dores, cansaço crônico e insônia, portanto acabam não sendo reconhecidos como depressão. O diagnóstico de depressão vem depois de logos meses ou anos de espera e sofrimento, e várias consultas com médicos diferentes.

O que é depressão?

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica muito comum, caracteriza-se por alterar o humor do paciente, deixando-o triste além do normal, sem energia, desanimado, com baixa autoestima e com enormes dificuldades para lidar com sua vida profissional e pessoal.

Durante muitas décadas a depressão foi uma doença mal compreendida entre as pessoas, o que trouxe interpretações equivocadas sobre seus sintomas e causas, causando uma condenação a seus portadores.

Atualmente ainda encontramos pessoas que não aceitam o diagnóstico de depressão, e tratam o paciente como alguém com a mentalidade fraca e incapaz de superar suas dificuldades. Jamais se deve tratar o paciente depressivo como alguém apenas triste, incapaz de reagir.

Este transtorno depressivo pode aparecer em qualquer fase de sua vida, da infância à terceira idade. Além disso, é uma doença muito comum, onde estima-se que aproximadamente 12% dos homens e 25% das mulheres terão algum grau de depressão ao decorrer de suas vidas. Este distúrbio é duas vezes mais decorrente em mulheres do que em homens, e mais comuns entre jovens e adultos do que em idosos.

Sintomas da depressão

Esta doença pode se manifestar de várias formas, dentre elas a mais comum é o transtorno depressivo major, popularmente conhecida como depressão maior. Outra forma também muito comum é a depressão crônica chamada de distimia. Existem outros tipos de depressão como o distúrbio bipolar, depressão reativa, depressão atípica, depressão pós-parto, depressão sazonal e depressão minor.

O tipo de depressão major costuma apresentar cinco dentre os nove sintomas listados, sendo pelo menos um obrigatório.

  1. Tristeza constante, principalmente pelas manhãs
  2. Falta de interessa em atividades do dia a dia
  3. Alteração no apetite ou peso seja para o aumento ou redução
  4. Sono excessivo ou insônia
  5. Agitação ou inércia
  6. Falta de energia ou fadiga
  7. Sentimentos de culpa e inutilidade
  8. Incapacidade de concentração aliada à indecisão
  9. Pensamentos sobre suicídio

Para que esses sintomas sejam considerados como um critério de transtorno depressivo major, devem ser diariamente e estar presentes por mais de 2 semanas seguidas.

Diagnóstico da depressão

O diagnóstico da depressão é de preferência realizado pelo médico psiquiatra e baseado nos sintomas do paciente, na duração e efeitos que eles estão causando na vida dele. Não há até então nenhum tipo de exame laboratorial que detecte a depressão, embora testes de sangue possam ser realizados para que outras doenças com sintomas parecidos sejam descartadas.

O diagnóstico do transtorno depressivo exige que os sintomas sejam suficientemente graves para interferir em suas atividades diárias, na vontade de cuidar de si mesmo, manter relacionamentos, interagir no trabalho, entre outros. O diagnóstico também precisa que os sintomas estejam acontecendo diariamente pelo menos há duas semanas.

Quando o diagnóstico é tido como depressão mesmo, é importante que os familiares e amigos fiquem atentos para identificar pensamentos suicidas, assim o tratamento mais adequado será instituído o mais breve possível.

Como tratar e curar a depressão

O tratamento para a depressão é feito com medicamentos antidepressivos combinado com a psicoterapia, que pode ser feita com um psicólogo ou psiquiatra.

Mas, melhor do que tratar é curar a doença. Atingir a cura da depressão com certeza não é a tarefa mais simples do mundo, mas não é impossível. Você precisará de motivação e força de vontade, o caminho que aparentemente é longo e cheio de obstáculos, com o tempo começa a se tornar mais fácil, e assim caminhando aos poucos você pode alcançar a cura.

O primeiro passo é ter em mente que você não está sozinho!

Há alguns passos que podem ser seguidos para que o paciente depressivo caminhe para a cura, confira:

Crie uma rotina

Segundo o psiquiatra Ian Cook diretor do Programa de Pesquisa e Clinica de Depressão da Universidade da Califórnia nos EUA, se você está com depressão, crie uma rotina. A depressão faz com que a sua vida desmorone, deixando você sem rumo e vontade de fazer nada. Defina uma agenda diária com atividades e horários, isso pode colocar a situação de volta no eixo.

Pratique atividades físicas

Praticar exercícios regularmente faz com que o organismo aumente a quantidade de endorfinas produzidas no corpo, substâncias essas que são responsáveis pela sensação de bem estar reconfortante. Novamente segundo Ian Cook, a prática de exercícios físicos diários em longo prazo encoraja o cérebro a usar a positividade. Caminhar algumas vezes na semana já é o suficiente!

Alimentação saudável

Se a sua depressão faz você comer em excesso, fique no controle de sua alimentação e assim se sentirá melhor e mais confiante automaticamente.

Uma alimentação saudável com alimentos que contêm ômega-3, ácidos graxos – por exemplo o salmão e atum – o ácido fólico ou espinafre e abacate, podem ajudar a aliviar a depressão.

Assuma responsabilidades

Quando se está depressivo você só sente vontade de se afastar de tudo e de todos, principalmente quando envolve responsabilidades, seja em casa ou no trabalho. Fique envolvido com algum projeto de seu trabalho, tenha responsabilidades diárias com sua casa e família, pois ajudam muito para você se sentir útil.

Ignore pensamentos negativos

O trabalho mental é a luta fundamental contra a depressão. Portanto, é preciso que você mude o jeito que pensa.

Quando se está triste, os pensamentos são sempre negativos para tudo. Isso funciona como uma bola de neve, você começa a se sentir mal consigo mesmo e a tudo que está ao seu redor.

Então, para se livrar da negatividade, utilize a lógica. Mesmo que você sinta que ninguém gosta de você, existe alguma evidência que comprove isso?

O tratamento e cura da depressão podem estar principalmente ligados a pensamentos negativos, fazendo com que sua mente fique sobrecarregada e seu cansaço passe a ser físico também, além de mental.

Tire tudo todos os pensamentos que fazem você se sentir mal, sem vontade e alegria para viver, jogue-os fora!

Por mais problemas que possam ter, pelo simples fato de estar vivo já é uma imensa vitória. Encare a vida com bom humor, atraia positividade e todos os seus problemas serão resolvidos. Para tudo se tem solução nesta vida. Viva, viva e viva!

2 thoughts on “Depressão o que é e como curar

  1. Woah! Eu sou realmente cavando o template/tema deste local.

    É simples, mas eficaz. Muitas vezes tem muito difícil para obter esse “equilíbrio perfeito” entre usabilidade e aparência visual.
    Devo dizer tens feito um grande trabalho com isso.
    Também, o blog carrega extremamente rápido para
    mim na Ópera. Excepcional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: