Menopausa precoce: Principais consequências e como ameniza-las

Se existe um período pelo qual todas as mulheres irão passar um dia é a menopausa. Mas quando ele acontece cedo demais acaba deixando muitas mulheres preocupadas, sem saber o que fazer nessa hora. Mas acredite, é possível viver bem mesmo estando com a menopausa precoce.

Se você deseja saber mais sobre esse período incômodo e nada agradável que afeta o bem estar e a saúde d o publico feminino em proporções cada vez mais crescentes, então confira esse artigo na integra.

Nesse post você vai conhecer os principais problemas decorrentes da menopausa precoce envolvendo a saúde da mulher e também o que fazer para amenizar as suas complicações.

 

Menopausa precoce: O que é?

 

A menopausa é um período de transição no qual a mulher passa da fase reprodutiva para a fase de pós-menopausa e é justamente nessa transição onde as mulheres que os efeitos da menopausa aparecem.

A menopausa precoce recebe esse nome porque ela acomete as mulheres mais cedo, ou seja, antes dos 40 anos.

A partir do momento em que a mulher entra na menopausa ela passa a sentir alguns sintomas como irritação constante, calor intenso, impaciência, dentre outros.

Mas tão importante quanto saber identificar os sintomas da menopausa precoce é estar por dentro das principais consequências que esse período pode gerar na vida das mulheres.

Principais consequências da menopausa precoce

 menopausa precoce

  • Dificuldade para engravidar

Uma dos principais problemas decorrentes da menopausa precoce é a dificuldade que a mulher passa a ter de engravidar.

Isso acontece porque, estando na menopausa a mulher tem o seu percentual de fertilidade reduzido e isso dificulta e muito a vida da mulher na hora de gerar uma criança.

Mesmo que a mulher ainda esteja em uma idade fértil, se ela estiver na menopausa, certamente as chances dela engravidar são drasticamente reduzidas.

Por isso se você é mulher e tem planos para engravidar somente depois dos 30 é bom rever seus planos, pois o sonho de ser mãe pode acabar sendo comprometido caso venha a ser afetada pela menopausa precoce.

  • Maior risco de doenças cardiovasculares

Como a menopausa precoce promove uma redução na quantidade de hormônios femininos, consequentemente a proteção do coração diminui e isso faz com que este órgão fique mais suscetível a ocorrência de doenças cardíacas.

Pelo fato das mulheres estarem cada vez mais expostas a condições estressantes do dia a dia, esse problema pode ser ainda mais agravado com o tempo, o que contribui para que os problemas cardíacos aconteçam com mais frequência.

  • Aumenta o risco de problemas ósseos

Outro problema de saúde no qual a mulher tem maior chance de ser acometida por estar na menopausa precoce são os problemas ósseos como a osteoporose por exemplo.

Isso acontece porque a mulher quando está na menopausa acaba perdendo muita massa óssea e isso faz com que os ossos fiquem enfraquecidos e passiveis de sofrer vários problemas ósseos.

Portanto, nessa fase da vida, a mulher deve acima de tudo fazer uma reposição de cálcio para manter sua estrutura óssea forte e livre de doenças.

  • Envelhecimento precoce

menopausa precoce

A ausência de controle hormonal decorrente da menopausa precoce também causa o envelhecimento precoce.

Quando essa consequência começa a afetar a mulher, sua pele passa a ficar mais seca, flácida e áspera.

Mesmo que este seja um processo que naturalmente todos irão passar um dia, com a menopausa precoce essa condição é antecipada, o que acaba deixando muitas mulheres bastante frustradas com a situação.

  • Redução da libido

A menopausa precoce também provoca uma redução significativa da libido feminina.

Com essa diminuição o apetite sexual da mulher diminui e muitas vezes essa condição acaba afetando a sua vida sexual e também social.

  • Aumenta o risco de depressão

Outra consequência bastante comum entre as mulheres com menopausa precoce é o aumento do risco de depressão.

Por isso é muito importante que a mulher faça um acompanhamento médico a partir do momento que entrar na menopausa precoce pois dessa forma ela passa a ter uma noção melhor sobre o que acontece tanto no aspecto físico como mental.

Como pode notar são inúmeras as consequências que a menopausa precoce tende a causar na vida das mulheres e uma das melhores formas de amenizar os seus efeitos é realizar um tratamento médico.

Por meio de um acompanhamento especializado é possível identificar a presença dos fatores que estão comprometendo o seu bem estar e a partir disso tomar todas as providencias devidas para que você consiga viver bem mesmo estando na menopausa precoce.

menopausa-precoce-3

Nesse caso o tratamento médico mais conhecido e bastante utilizado em mulheres com menopausa precoce é o tratamento hormonal.

Mas vale ressalta que esse tipo de tratamento não é indicado para todos os casos. Por isso que é importante realizar uma consulta previa com um medico especialista na área, pois somente dessa forma você fica sabendo qual o tratamento mais indicado para o seu caso em especifico.

Também existem os tratamentos naturais que ajudam bastante no combate dos sintomas da menopausa precoce.

Outras medidas que você também pode adotar para reduzir os efeitos da menopausa precoce, consiste em manter uma alimentação balanceada, rica em cálcio e também praticar atividade física regularmente.

É importante adotar uma vida mais saudável para conseguir amenizar os problemas decorrentes da menopausa precoce e assim garantir uma melhor qualidade de vida.

Então o que achou desse artigo sobre menopausa precoce? Se gostou curta ou então compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: