Endometriose tem cura? Descubra agora!

Endometriose tem cura? Essa é uma das dúvidas mais frequentes entre o público feminino, afinal de contas essa doença é uma das principais causas de infertilidade na mulher em idade reprodutiva.

Endometriose tem cura? Essa é uma das dúvidas mais frequentes entre o público feminino, afinal de contas essa doença é uma das principais causas de infertilidade na mulher em idade reprodutiva.

Essa doença pode se desenvolver de forma silenciosa e levar a complicações graves, comprometendo assim a saúde da mulher. Por isso é super importante ficar atenta aos sinais de endometriose desde cedo.

Portanto se você nunca ouviu falar ou entende pouco sobre essa doença, mas deseja saber se a endometriose tem cura, confira esse artigo na integra e descubra a resposta para essa e muitas outras questões envolvendo essa doença que tem afetado mulheres no mundo inteiro.

O que é endometriose?

 endometriose tem cura 1

A endometriose nada mais é do que uma condição na qual o endométrio, que é a mucosa que reveste a parede interna do útero, começa a crescer e se desenvolver em outras regiões do corpo.

O desenvolvimento dessa mucosa geralmente ocorre na região pélvica, nos ovários, fora do útero, intestino, bexiga, reto e também na membrana que reveste a pélvis.

No entanto, não há nada que impeça dessa mucosa se desenvolver também em outras partes do corpo.

Geralmente a endometriose é mais diagnosticada em mulheres com idade entre 25 e 35 anos, mas ela normalmente tem início a partir do momento em que a menstruação regular começa.

O que causa a endometriose?

A endometriose acontece quando o endométrio passa a ser eliminado mensalmente durante a menstruação. Essa condição faz com que ocorra um processo inflamatório na pelve levando assim a aderência entre os órgãos dessa região.

As causas dessa doença até hoje não são muito claras, mas a maioria dos médicos entra em consenso ao dizer que alguns fatores podem desencadear essa doença tais como:

  • Menstruação retrógrada: Acontece quando o sangue menstrual contendo células do endométrio retornam através das trompas de falópio e cavidade pélvica quando na verdade deveria fazer o trajeto reverso e ser eliminado do corpo da mulher.
  • Desenvolvimento de células embrionárias: As células que revestem o abdômen e também as cavidades pélvicas tem origem em células embrionárias comuns. Quando ocorre o processo de diferenciação do tecido, as células que fazem parte do revestimento intestinal pode se converter em tecido endometrial, fazendo assim com que a endometriose apareça.
  • Sistema imunológico deficiente: Mulheres que apresentam um sistema imunológico deficitário podem desenvolver endometriose, o que torna o corpo incapaz de identificar e eliminar as células endometriais que se desenvolvem no lugar errado.

Além das causas citadas acima, outros fatores também podem provocar o surgimento da endometriose como a cirurgia de histerectomia e problemas no sistema linfático por exemplo.

Sintomas da Endometriose

 

Stomachache, touching with one hand, isolated, white background

Identificar os sintomas dessa doença é tão importante quanto saber se a endometriose tem cura ou não, pois em alguns casos essa doença surge de forma silenciosa e quando vem apresentar algum sinal o estado de saúde da pessoa já está bastante comprometido.

Dentre os principais sintomas da endometriose estão:

  • Fortes cólicas menstruais;
  • Dor na região pélvica
  • Desconforto durante a relação sexual
  • Dor ao urinar ou evacuar

Estes sintomas podem aparecer juntos ou de forma isolada, mas caso sinta algum deles o mais indicado é que marque uma consulta com o seu ginecologista, principalmente se já existirem casos de endometriose na família.

Outro fator que é importante antes mesmo de saber se a endometriose tem cura ou não, é que a intensidade dos sintomas não está diretamente relacionada à gravidade da doença como muitas pessoas acham.

Por ser uma doença predominantemente assintomática, várias mulheres só descobrem que estão com endometriose quando tentam engravidar. Por isso o simples fato de não apresentar sintomas aparentes, não quer dizer que você não tenha desenvolvido endometriose.

O diagnóstico da doença pode ser dado através de exames de imagem como ultrassom transvaginal e também ressonância magnética.

Endometriose tem cura?

 endometriose-tem-cura 4

O grande fator ligado a endometriose corresponde a dificuldade que as mulheres apresentam de engravidar, sendo que essa condição está presente em nada menos que 30% a 40% da população feminina.

Algumas pessoas, por não conhecerem bem essa doença, acham que a endometriose tem cura, mas na realidade ela não apresenta uma cura definitiva.

No entanto, é possível ter um controle sobre a endometriose de modo que essa doença não interfira na sua qualidade de vida.

O tratamento clinico da endometriose envolve a utilização de hormônios que inibem a menstruação fazendo com que não ocorra o acúmulo do endométrio fora da região uterina.

As mulheres que apresentam endometriose precisam entender que o tratamento visa a redução dos sintomas provocados pela doença, mas é necessário que a mulher faça um acompanhamento por meio de exames de imagem para se certificar de que a doença realmente está sob controle.

Atualmente existem alguns medicamentos que tem um excelente efeito no controle da endometriose a longo prazo, mas o anticoncepcional com certeza não é a melhor escolha, tendo em vista que ele esconde, na maioria das vezes, os sintomas, fazendo com que a doença evolua sem dor.

Existe um outro tratamento para a endometriose que funciona muito bem no caso das mulheres que não tem pretensão de engravidar, que corresponde ao uso do DIU- Dispositivo Intrauterino medicado com hormônio.

A laparoscopia também é indicada no tratamento dessa doença, uma vez que esse procedimento realiza a retirada de todos os focos de endometriose.

Caso a mulher queira engravida, o ideal é que ela faça isso logo após a realização da laparoscopia, uma vez que todos os focos da doença foram removidos e as chances da gravidez não ser bem sucedida são mínimas.

Assim como muitas mulheres que até então não sabiam se a endometriose tem cura ou não, outra dúvida bastante comum nesse caso é se a endometriose interfere na gravidez ou na saúde do feto.

A resposta para essa dúvida é não. De acordo com os médicos a própria gestação contribui para inibir os sintomas da doença, uma vez que nesta fase, o corpo da mulher produz progesterona em grande quantidade, facilitando o combate a essa doença.

Portanto se você tinha dúvidas se a endometriose tem cura ou não, com esse post ficou comprovado que esta é uma doença incurável, mas que tem diferentes formas de tratamento e que pode ser controlada para que a mulher continue tendo uma vida tranquila e saudável, mesmo estando com essa doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
%d blogueiros gostam disto: